11.08.2014

aquele dia do passarinho na enxurrada quase morri
filho dalguém sentia frio ia morrer molhado sozinho
o mundo é grande meninos doem também eu não vi
abatedouro mulheres ganidas as voçorocas
eu não vi
a qualidade da comida feder mijo na beira do biloca
no bairro das pinhas
o lixo o abricó que clementina
cos dedos puía
eu não vi quando meu irmão se espatifou pela escada
seu braço esquerdo eu vi só seus ossos fazendo ilhas
quase morri
eu não vi o sangue da clementina afogar o abricó
na beira do biloca aquele dia
eu vi o filho dela de maldade esmagar um passarinho
pobre niño
quase morri
quase morri sonhando que voava de balão no bocadinha
saindo do bocadinha eu vi o gerson de cima
pra igreja co'a bíblia fedendo a família
o gerson não quis pitú aquele dia
quase morri
na quartafeira foi greve das moças
os homens desceram o biloca das pinhas
chegaram em casa lastraram dolores
que eu não vi
o mundo é grande os músculos doem
os mortos ambulam eu não vi
eu não vi o deus me cegando vinte dias atrás aquele dia
aquele deus lasso enviesado me fez um trabalho que eu não vi
vinte dias que vem m'assolando
que vem m'assolando uma urgente
vontade doente
meu deus de parir