26.01.2016

prallana

nós deitamos soba janela
ouvind'os tiros
mais a lua branc'
a um palmo de nós
e tivemos vontade
de fazer tudo
de novo e fizemos
nós deitamos soba janela
ouvind'os tiros
mais a lua branca
até o fim
e ficamos estiradas

somos duas palavras feias
e as coisas existem conosco